Estética

Nutrição e Estética

Nutrição e Estética

Nutracêuticos e Nutricosméticos

A nutrição Estética está voltada para a implementação de um cuidado nutricional que, além dos requisitos fundamentais da nutrição aplicados à prevenção ou ao tratamento de doenças, como: alopecia e obesidade, atenda também às “necessidades estéticas” das pessoas. Bem como: envelhecimento cutâneo, acne, excesso de peso, celulite, estrias, flacidez cutânea e muscular, carências de unha e cabelos, etc. A Nutrição estética também atua no crescimento e desenvolvimento ósseo, desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial, sistema imunológico, ação antioxidante.

O envelhecimento cutâneo atinge mais o público feminino e é o que mais incomoda as mulheres. Pode ser desencadeado por alguns fatores como: estilo de vida – desde de infância, horas de sono, hábitos alimentares – qualidade, variedade, antioxidante, tabagismo – excesso de radicais livres, sedentarismo – diminuição do tônus muscular, força, densidade, fatores hormonais – déficit de estrogênio (menopausa), redução de colágeno, estresse – a pele pode permitir penetração de substâncias nocivas, perda de água, exposição solar – manchas, rugas finas e profundas, câncer, queimaduras.

Lista de componentes de alimentos e fatores Pró-inflamatórios:
-Gorduras trans e saturadas;
-Tabagismo;
-Alto índice glicêmico;
-Doenças crônicas;
-Substâncias tóxicas;
-Estresse;
-Poluição;
-Obesidade.

Lista de componentes de alimentos
Anti-inflamatórios:
-Ômega 3;
-Ricos em fibras;
-Vitaminas;
-Baixo índice glicêmico;
-Minerais

Sabemos que se consumirmos mais energia do que gastamos, o resultado é aumento da gordura corporal. Também sabemos que alimentos saudáveis refletem em pele, cabelos e unhas saudáveis, mas até quanto nosso organismo responde de forma positiva ao que ingerimos? Será mesmo que os alimentos exercem funções tão essenciais em nosso organismo?

Pois bem, muito ouvimos falar sobre os nutricosméticos, compostos de: vitaminas, minerais, fitoterápicos, aminoácidos, metabólicos, extratos ou combinações dos princípios ativos acima. Estes compostos têm a finalidade de nutrir o organismo, proporcionando benefícios de dentro para fora. São conhecidos como a cápsula da beleza, e são comercializados com finalidade estética, já que são indicados em casos de acne, fortalecimento das unhas, fortalecimento capilar, prevenção do envelhecimento, antioxidantes, bronzeadores, etc.

Por outro lado, similar aos nutricosméticos, porém com objetivos diferentes, os nutracêuticos são comercializados em pílulas, cápsulas, comprimidos e pós, e atuam com benefícios à saúde humana na prevenção ou tratamento de uma ou mais doenças, ou ainda, na melhoria do rendimento fisiológico, e também atuam de dentro para fora. Seus componentes são: Fitoquímicos, Prebióticos e Probióticos; Alimentos Diet e Light e Alimentos Fortificados.

Tanto os nutracêuticos quanto os nutricosméticos costumam ser indicados pelos nutricionistas como um suplemento natural, mas sempre devemos levar em consideração que pessoas de hábitos e alimentação equilibrada, com uma dieta saudável, em tese, costumam ingerir todos ou grande parte dos ingredientes das cápsulas suplementares. Uma laranja por dia, por exemplo, garante o suprimento necessário de vitamina C. Outras frutas cítricas e verduras também têm a substância. Peixes de águas profundas, como atum e salmão, são ricos em Ômega 3. Um filé duas vezes por semana suaviza a textura da pele. O licopeno, tão em voga atualmente, é uma substância que dá cor avermelhada aos alimentos, como tomate, melancia, etc., e é um antioxidantes que, quando absorvido pelo organismo, ajuda a prevenir os radicais livres.

Assim, alimentos nutritivos e funcionais apresentam propriedades benéficas além das nutricionais básicas, sendo apresentados na forma de alimentos comuns, basta sabermos ajustar as quantidades diárias necessárias. Além disso, temos que contar com a capacidade do corpo de absorver bem todos os nutrientes ingeridos, o que nem sempre é possível. Para garantirmos que todos os ingredientes que consumimos serão absorvidos pelo organismo, seja na forma de suplementos ou na forma de alimentação, é fundamental a ingestão de frutas, verduras e fibras. Tudo isso sem contar que, nosso organismo tem uma capacidade determinada para absorver as vitaminas, minerais e outros componentes que, quando ingeridos em excesso, simplesmente serão eliminados.

Portanto, é importante salientar que suplementos alimentares devem sempre ser indicados por um profissional capacitado a analisar as reais necessidades de cada indivíduo. Quando trabalhado em parceria com esteticista, a indicação adequada feita pelo nutricionista colabora nos tratamentos estéticos de rejuvenescimento da pele, flacidez, celulite, estrias, acne, hidratação entre outras indicações estéticas. Está claro que não dependemos somente dos tratamentos em cabine e dos cremes milagrosos: sem uma boa nutrição, é como remar contra a maré!

Os nutracêuticos e nutriscométicos forma de suplementos apresentam-se como opção de tratamento mais prática pro dia a dia. Pois na correria diária nem sempre é possível andar com todos os alimentos de uma dieta na bolsa.
Um dos Nutracêuticos e Nutricosméticos mais precristos: Glisodin, Morosil, Exsynutriment, Minerais: zinco quelato, Magnésio Quelato, Vit.C,Vit.A,Vit.E, Vit.D, B6, B12, Probióticos e prebióticos, Dimpless, Chá verde – em cáspula ou chá, fosfolipídeos de Caviar, Osteosil, lipo.Pa, Glycoxil, Cavalinha, Slim Green Cofee, Ziam, Serenzo, Saffrin, PQQ, CQ10, Nutricolin, Licopeno, L-Theanina, Vinoxin, Cact-Nea, entre outros.

Izabela Moraes Gondim Izabela Moraes Gondim
Nutricionista Clínica
CRN 09103233
Especialista: Nutrição e Estética.
Pós graduada em Suplementação.
Pós graduada em Microbiologia Alimentar.
Pós graduada em Atendimento em Grupo.

Rua Aquidauaba 81, Jd. dos Estados
Poços de Caldas
fone: (35) 3713-6651
facebook: studiomargara

Microagulhamento

Microagulhamento

microagulhamentoNo que constitui a técnica do Microagulhamento ou Dermarroler?
Esta técnica consiste em produzir furos minúsculos na pele com o objetivo de estimular a produção de colágeno e elastina para restaurar a pele. Esses componentes são essenciais para a firmeza da pele. Essa produção faz com que toda a estrutura da pele seja refeita, reorganizando as fibras de colágeno internas e induzindo a produção de novas fibras de colágeno, trazendo mais viço e firmeza para o rosto e corpo.

Também através desse tratamento é possível que alguns medicamentos e ativos sejam mais facilmente absorvidos na região penetrando e cumprindo seu melhor efeito.

Quais as principais indicações?
Envelhecimento provocado pela exposição ao sol; – Cicatrizes de Acne; – Cicatrizes e manchas de queimadura; – Estrias; – Melasmas; – Rugas profundas e finas; – Melhora da textura da pele (poros dilatados); – Calvície.

Quais as principais Contraindicações ?
Pacientes com problemas de coagulação sanguínea, em uso de anticoagulantes, pessoas com diabetes não controlado ou câncer, lesão ou doença de pele ativa na região que será tratada, e pessoas que ainda tem acne ou com herpes ativa.

Pessoas com propensão a queloides devem ser avaliadas, e podem ser contraindicadas ao microagulhamento em algumas regiões do corpo.

Essa técnica pode ser aplicada em quais regiões ?
O microagulhamento pode ser feito em qualquer região do corpo, como rosto, colo, pescoço, mãos, braços, mamas, coxas, abdômen, entre outros.

Qual o intervalo entre as sessões?
Em geral são feitas entre três a quatro sessões de microagulhamento, com intervalo de 7 a 30 dias entre elas. Mas a quantidade de sessões e intervalo pode variar de acordo com a finalidade do tratamento e as características de agulha usada. Cada sessão dura, em média, 60 minutos.

Quais cuidados devem ser tomados após o microagulhamento?
Após o microagulhamento a pele apresentará descamação, crostas superficiais, vermelhidão, ardor e um leve inchaço, além disso, se aparecerem crostas na pele, é importante não arrancá-las. Uso de protetor solar é liberado após 24 horas, e maquiagem após 48 horas.

Você está pronta para o Verão? 

Esses são seus problemas? Celulite? Flacidez? Estrias? Gordura localizada? Sobrepeso ?
Nós temos as soluções!

Venha conhecer nossos tratamentos:
– Ultracavitação ( Lipo sem corte)
– Eletroestimulação combinada
– Plataforma Vibratória
– Drenagem Linfática
– Radiofrequência
– Criolipólise
– Lipo laser
E Mais…

Os 5 segredos de um
emagrecimento rápido e saudável!

Ellen Rocha de Andrade

A Obesidade muito além de estética

A Obesidade muito  além de estética

A especialidade médica chamada Endocrinologia é mais popularmente conhecida como aquela que trata de pacientes obesos. Embora esse seja um dos papéis da Endocrinologia, a área faz muito além: é a responsável por tratar do diabetes, doenças da tireoide, osteoporose, colesterol e triglicérides, doenças da hipófise e adrenal, excesso de pelos, distúrbios da menstruação e andropausa. Quem explica um pouco sobre o tema mais conhecido da área, é a especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Dra. Priscilla Moreira Peres Rebello.

Ao falar de obesidade muita gente se lembra da população norte-americana, e isto ainda é uma realidade, já que 34% dos EUA são obesos – sem contar os sobrepesos, que são aqueles que se encontram acima do peso, porém ainda não são classificados como obesos. No entanto, espanta-se ao saber que o Brasil caminha para uma realidade não tão distante da dos EUA, visto que dados da ONU de 2016, revelam que nosso país já conta com 21% de obesos em nossa população. “O que mais nos preocupa com isto, é que a questão estética do excesso de peso fica atrás quando vemos que a mesma traz consequências muito graves à saúde do indivíduo. As doenças mais alarmantes quando se trata de obesidade são as relacionadas ao coração, como hipertensão arterial, o diabetes, problemas ortopédicos e articulares que se agravam ou surgem, entre outros”.

No combate ao excesso de peso o especialista vai auxiliar da seguinte forma: na consulta inicial geralmente é feita uma avaliação do paciente a fim de identificar outras doenças, histórico familiar do paciente, hábitos alimentares, atividade física, medicações em uso e qual a real necessidade do paciente em perder peso. Serão avaliados parâmetros como peso, altura, algumas medidas corpóreas. Ainda será feito exame do paciente como um todo a fim de averiguar se constatam mais alterações clínicas a serem tratadas, além de solicitação de exames laboratoriais conformes as necessidades individuais.

Após análise individualizada de cada paciente, será elaborado um tratamento baseado no perfil dele. Se o paciente não tem uma alimentação adequada, ele não irá fazer uma dieta como muitos esperam, mas sim mudar seus hábitos alimentares, iniciar ou aumentar a prática de atividade física diária, e, se necessário, fazer uso de medicamentos. “Vale lembrar que o tratamento medicamentoso realizado pelo endocrinologista não é como uma ‘receita de bolo’ como muitos imaginam, mas sim individual. Não é porque determinada medicação para perder peso não deu certo para determinada pessoa que não irá dar certo para o paciente e vice-versa”.

Outra questão a ser comentada é que muitos pacientes acima do peso acham que já serão encaminhados para fazer a cirurgia bariátrica assim que procuram o especialista a fim de serem encaminhados para o cirurgião. No entanto, a cirurgia raramente é a primeira opção. Inicialmente tenta-se o tratamento clínico e medicamentoso. Caso não se obtenha sucesso por um determinado período de tempo, pensa-se na proposta cirúrgica. Realmente existem casos extremos que necessitam da cirurgia assim que se procura o médico. Porém ainda é necessária a redução de peso para que a cirurgia seja bem sucedida.

“É muito comum as pessoas na primeira consulta me questionarem quantos quilos devem perder e por quanto tempo serão seus tratamentos. Geralmente respondo que números não são a preocupação para o paciente em si, mas sim para o médico, o importante é seguir as recomendações solicitadas, comparecer as consultas regularmente, tirar suas dúvidas, e lembrar-se de que obesidade é muito mais que uma questão de estética. Obesidade é doença e merece tratamento adequado”.

Concluindo, a questão principal que se deve enfatizar, é que o paciente terá que mudar seu estilo de vida para sempre, seja com ou sem medicação, com ou sem cirurgia, e, o primeiro passo, para que tudo flua, é o paciente desejar isto. A mudança dos hábitos alimentares e a prática de atividades físicas são os pilares de todo o tratamento da obesidade, e, inclusive de sua prevenção, que é melhor que qualquer remédio para toda e qualquer doença.

dra-priscilla

Dra.Priscilla M. P. Rebello
. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Itajuba – FMIt – em 2010.
. Especialista em Clínica Médica pelo Hospital das Clinicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, de 2012 a 2014.
. Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, de 2014 a 2016.
. Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia desde 2016

LISTA DE ATIVIDADES (área de atuação):
. Tratamento de diabetes
. Tratamento de obesidade
. Doenças da Tireoide
. Colesterol e Triglicérides
. Osteoporose
. Doenças da Adrenal e Hipófise
. Distúrbios da Menstruação
. Excesso de Pelos
. Andropausa

Dra. Nilza Hideko Irie Arashiro
Diretor responsável técnico
CRM 12340