Rejuvenescimento Facial Elaborado

Rejuvenescimento Facial Elaborado

Falar em rejuvenescimento facial é pensar em recuperar traços, formatos ou marcas que sempre identificaram cada pessoa e que pelos anos vividos ou por fatores diversos os mesmos foram alterados ocasionando uma nova aparência à pessoa.

Torna-se então necessário, ao médico dermatologista, um planejamento individual com a associação de técnicas e produtos, seguida de uma avaliação estética minuciosa.

Com esta atenção individualizada é possível não só trazer ao paciente uma recuperação saudável de sua pele, mas a recuperação de sua auto estima acima de tudo.

Entre as técnicas atualmente usadas, as mais frequentes são: o Preenchimento, a toxina botulina (Botox) , Fios de sustentação, Sculptra, IPCA (Microagulhamento), os variados tipos de Lasers e também os diferentes tipos de Pellings.

O preenchimento é essencialmente uma arte onde se observa as proporções, tendências, movimentos,estímulos e diferenças de gênero, raça e idade, além da capacidade de beleza e individualização de cada ser humano.

O médico dermatologista, para preencher bem, necessita ter uma bagagem ampla de conhecimento cientifico que passa pela anatomia da face, fisiologia da pele e conhecimento dos produtos a serem utilizados para cada especificidade. Ele também precisa conhecer as doenças e contraindicações de cada organismo, além da capacidade de corrigir qualquer possível complicação advinda dessa aplicação. O resultado do preenchimento não tem absolutamente nada a ver com caricaturas ou rostos artificiais e marcados, mas sim com resultados naturais, preventivos e duradouros.

O uso de fios de ácido polilático vem obtendo bons resultados no tratamento da flacidez cutânea. Trata-se de um fio que tem cones deste mesmo material, que ajudam no tensionamento e levantamento da pele.

A colocação específica segue os vetores físicos que ajudam na sustentação do contorno. Além do efeito de levantamento, também há estímulo de colágeno novo, devido ao produto do qual ele é feito. O ácido polilático é sabidamente um produto estimulador de colágeno.
A toxina botulínica (Botox) começou a ser usada com fins estéticos em 1991 e indicada para amenizar linhas de expressão e rugas profundas. Por exemplo, as linhas verticais entre as sobrancelhas; pés-de-galinha nos cantos dos olhos; linhas horizontais na testa e nas bandas do músculo platisma, ( melhorando assim a área do pescoço).

Também é usada para o reposicionamento das sobrancelhas: o músculo é enfraquecido e relaxado, para não contrair. Esse tratamento previne que se formem novas rugas. Alguns músculos não podem ser tratados, pois realizam funções importantes na expressão natural de uma pessoa.

O ácido poli-L-láctico , conhecido como Sculptra, é uma substância bio- compatível, completamente absorvível e imunologicamente inerte. Age no espessamento do tecido dérmico através do estímulo à produção , o preenchimento com Sculptra é indicado para casos de flacidez facial e perda do contorno do rosto. Age estimulando naturalmente a produção endógena do colágeno intradérmico, uma proteína responsável por dar firmeza e sustentação à pele.

Portanto, é uma nova era que se inicia e que propicia reestruturação sem corte, sustentação sem cicatrizes, tonicidade com resposta da própria pele, naturalidade e prevenção, mas acima de tudo, harmonia com as funções fisiológicas da pele.

Acredito em algumas regras para alcançar ótimos resultados: compreender a real expectativa do paciente, ter senso estético, dominar a técnica do tratamento, usar materiais de qualidade visando a segurança e melhores resultados, além de investimento em estudo através de congressos e cursos de atualização oferecidos principalmente pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e a Academia Americana de Dermatologia. Dr-Caio-Henrique-Figueiredo-Matos